Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

plano inclinadíssimo

10.10.13
          Nuno Crato foi muito para além da troika. Ou seja: sabemos do memorando e da condição de protectorado, mas o que se espera de um primeiro-ministro na defesa do país (e Passos, o feitor, fez tudo ao contrário) é o mesmo que se exige a um ministro da Educação em relação ao sistema escolar.   Nem no conselho de ministros Nuno Crato deve ter sido uma voz em defesa da escola (...)

mais plano inclinado em 6.10 minutos

27.09.13
      A campanha eleitoral em curso vai registando imagens comoventes. Desta vez registou-se o desespero de uma professora aposentada que já levou um corte mensal de 1000 euros. O início do vídeo mostra o palco da acção de campanha. Lá se vêem mentores da fase inicial da saga de desrespeito pela profissionalidade dos professores. É impressionante como estas personagens tentam passar pelos pingos da chuva. O discurso público de desvalorização dos professores, associado (...)

o movimento "Em defesa da escola pública no Oeste" estará no MEC amanhã

21.08.13
          O movimento "Em defesa da escola pública no Oeste" será recebido amanhã no MEC para discutir os graves problemas da rede escolar das Caldas da Rainha, nomeadamente a relação público-privado. A TVI, ao que me informam, dará conta das conclusões da reunião e estará presente no local.     No facebook da Manuela Silveira, da comissão de representantes do referido (...)

não somos a grécia e os fundos de greve

21.06.13
          "Não somos a Grécia", sentenciou Passos Coelho mal foi eleito. Nessa altura, a Europa impressionava-se com o regresso da troca de produtos entre os gregos. "Dás-me um quilo de arroz que eu dou-te um de açúcar", era um exemplo do anunciado descalabro austeristarista na Grécia.   Os professores portugueses, numa comovente e quase heróica sequência de acções de luta, (...)

relações

08.06.13
        Na primeira página do Expresso as notícias relacionam-se. Uma segunda legislatura de Passos requer um investigação científica à nossa senhora de Fátima, os turistas desviados da Turquia compensam a emigração de Bava e explicam finalmente a sugestão prospectiva do ainda primeiro-ministro que não contava com a revolta dos professores.         O que se espera mesmo (...)

da soberba e da tortuosidade dos tácticos

07.06.13
        Quando, em meados de Junho de 2012, Nuno Crato executou os cortes a eito que provocaram um despedimento colectivo de milhares de professores contratados e a humilhação de outros milhares de professores do quadro, as organizações de professores ficaram "desarmadas". O calendário não permitia acções de luta contundentes.   O ano lectivo foi decorrendo e o ministro Crato não (...)