Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

da crise do sindicalismo

02.01.16
        É uma impossibilidade a discussão à volta da existência de cidadãos imaculados e não existem organizações imunes aos "pecados" da natureza humana; por isso, é dada primazia à democracia e ao estado de direito. Também pouco adiantam as teorias da conspiração, apesar da sua relevância especulativa. A imaginação é um exercício fundamental. Para além disso, lembro-me sempre de Kar (...)

apenas equívocos?

01.01.16
        Boa parte dos críticos do denominado "eduquês" não advogou o back to basics. Esse regresso, que é mais do que um equívoco, preencheu as mentes mais preconceituosas com fundamentos que não têm valor teórico ou empírico.   Uma parte dos críticos desse labirinto de palavras, o "eduquês", centrou-se na hiperburocracia e outra parte na ideia mais ampla possível de uma aprendizagem não acorrentada em expressões redundantes ou sem significado.   "Deliberadam (...)

Acabaram com o exame do 4º ano de um dia para o outro?

30.11.15
      E Nuno Crato não recuperou os exames do 4º ano de um dia para o outro sem qualquer recomendação conhecida? Para além disso, ainda se contraditou ao generalizar sem testar e deu razão aos que o acusaram de motivações exclusivamente ideológicas.   A repetição tornou-se o nosso modo de ser e o sistema escolar não escapa ao desnorte, mesmo que se considere que para aprender é necessário repisar muitas vezes. Os exames são um metabolismo útil nos sistemas que incluem (...)

dos exames e da repetição do óbvio

02.06.15
        Nuno Crato, esse misturador do "além da troika" com o Eduquês II, aumentou o número de alunos por turma, cortou a eito em tudo o que achava não estruturante e acentuou a infernização da profissionalidade dos professores. Para além disso, criou, ou permitiu, uma catadupa de exames acrescentados, em alguns casos, de apoios no período pós-lectivo para as crianças com negativas. Os resultados do conhecido mais do mesmo são inequívocos: "foi uma espécie de engodo (...)

tríptico informacional

05.05.15
        Na nossa cultura organizacional escolar identificam-se três sub-sistemas que são responsáveis por uma entropia informacional resultante da repetição de dados associada à obtenção de informação inútil: o sub-sistema dos departamentos curriculares, o sub-sistema das direcções de turma e o sub-sistema administrativo. E o mais grave é que quem se dedica à avaliação externa não só não contraria a tendência como a estimula e premeia; por inconsciência, por (...)

Não são apenas equívocos

01.01.15
      Há um equívoco que convém desfazer: boa parte dos críticos do denominado "eduquês" não advogou o back to basics. Esse regresso, que é muito mais do que um equívoco, apenas preencheu as mentes mais preconceituosas e os seus fundamentos não têm qualquer valor teórico ou empírico.   Uma parte dos críticos desse labirinto de palavras, o "eduquês", centrou-se na hiperburocracia e outra parte na ideia mais ampla possível de uma aprendizagem não acorrentada em (...)

os exames e a repetição do óbvio

27.07.14
      Nuno Crato, esse misturador do "para além da troika" com o Eduquês II, aumentou o número de alunos por turma, cortou a eito em tudo o que achava não estruturante e acentuou a infernização da profissionalidade dos professores. Em simultâneo, criou uma catadupa de exames acrescentados de apoios no período pós-lectivo para as crianças com negativas. Os resultados do conhecido mais do mesmo são inequívocos: "foi uma espécie de engodo (...)