Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

onde há

21.12.13
          "(...)Onde há sofrimento há chão sagrado. Um dia compreenderás o que isto significa. Nada saberás da vida até que o compreendas.(...)" é o conselho de Oscar Wilde, na página 72 do De Profundis, numa carta que escreveu a quem o fez passar para o estado de miséria material.          

desigualdades

18.09.13
              1ª edição em 8 de Julho de 2010.     Na entrada na puberdade as raparigas efectivam um avanço de cerca de dois anos no seu desenvolvimento. A questão que se pode colocar afirma uma situação de desigualdade de oportunidades que parece desfavorecer os rapazes, o que seria impensável questionar há cerca de vinte anos.   O sistema escolar é competitivo desde cedo e as (...)

inevitabilidades?

03.03.13
        Desde as cidades da Grécia Antiga que se sabe que os ricos são a favor da oligarquia e os pobres da democracia. As oligarquias garantem a paz pela força ou pela ilusão de acolhimento da maioria. Se, como agora, o empobrecimento actua rapidamente sobre as classe média e baixa e as deixa sem ilusão, só restam dois caminhos: o da força e o da revolução democrática. Em 25 de Abril de 1974 escolheu-se o segundo para contrariar o primeiro.

fim dos jornais impressos?

17.01.13
              Sentirei falta dos jornais impressos e não sei avaliar os riscos para a democracia dessa mudança tecnológica. Até aqui, e pensando na rádio, o mundo da comunicação alargou-se com o desuso desse meio, mas o registo sobreviveu. Espero que a situação não seja tão drástica como se anuncia. Não estou a ver como sobreviverão jornais como o JL e mesmo (...)

na rota dos mercados

02.12.12
      A lógica da troca é quase tão antiga como o Homem.   Quando a prevalência do negócio se impõe ao funcionamento do mercado, o imperativo da regulação impõe-se.   No tempo em que os empresários investiam com os seus recursos ou as habitações só eram construídas por solicitação do cliente, a lógica de negócio era mais transparente. A absorção pela banca de quase 100% do investimento, associado à desregulação dos mercados, criou a "bolha" que comanda a (...)

editorial do público de ontem

06.03.12
    José Gil foi, ontem, director do Público e escreveu este editorial. Muitos professores não deixarão de considerar acertadas as suas palavras.   "Vivemos num país desconhecido. Por baixo da informação tangível, dos números e das estatísticas, correm fluxos de acontecimentos inquantificáveis e que, no entanto, condicionam decisivamente a nossa vida. (...)

volta freud

13.01.12
    A propósito do momento, lembrei-me do que escrevi há tempos: "O meia-noite em Paris de Woddy Allen (2011) retrata a dificuldade da condição humana em valorizar devidamente o presente (...); a idade de ouro fica sempre no passado e pouco há a fazer.(...)"   Vivemos um período sobreaquecido e a (...)

do óbvio

06.01.12
        Os tempos exigem que não nos cansemos de sublinhar o óbvio. Apesar de todas as teorias à volta da crise financeira, há muitos assuntos que não são directamente monetarista e que fazem a diferença entre a democracia e os regimes autoritários. A democracia exige uma permanente atenção aos detalhes e é uma construção diária. Há tempo escrevi assim (...)