Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

fragmentos

10.03.11

 

 

 

Não adiantam os eufemismos: as relações entre professores estão mais tensas do que em 2008 e isso pode ser mais explosivo. Houve um aspecto que me impressionou na queda dos titulares: o desespero de alguns titulados com a perda da condição.

 

Agora, deixa-me meio-boquiaberto o desconforto com a possibilidade de suspensão do desmiolado modelo de avaliação. Porque têm um excelente em perspectiva (santa ingenuidade e divina oportunidade) ou porque alcançaram uma posição inesperada na hierarquia da má papelada, os olhares manifestam desconforto com a inevitabilidade da queda. 

 

Estamos na presença de um fenómeno apenas discernido por uma qualquer lógica Husserliana e é perante mais essa pequena barreira que a razão se esforça por prevalecer.

3 comentários

Comentar post