Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

126

09.03.11

 

 

 

 

 

Segundo a APEDE já são 126 as escolas ou agrupamentos que tomaram posição contra este modelo de avaliação de professores.

Quando andava em busca de uma imagem para este post, encontrei imensas do primeiro carro que ficou em meu nome: um Fiat 126. Motor atrás, refrigeração a ar e uma ignição por cabo que lhe dava um ar único e risível.

Antes da primeira viagem longa fui aos assistentes inquirir da fiabilidade do 126. Disseram-m que fosse descansado que aquele Fiat era um maratonista; tinham toda a razão. Durante a vigência tive dois acidentes. Um com alguma gravidade. Impressionou-me o baixo preço dos componentes. Para além disso, o 126 não contrariava a referida sentença: era flexível, fiável e resistente.

Tudo isto para vos dizer que a minha história com o 126 fez-me lembrar este novo episódio da longa luta dos professores. Poucos - mas resistentes, flexíveis, ágeis, fiáveis e consumidores de parcos recursos -, mas deram um abanão no marasmo e obrigaram os instalados a novas incomodidades. Os resultados já começam a ser visíveis.