Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

ontem, em sintra, voltou a morar a esperança

05.03.11

 

 

 

Ontem, a vida pessoal impedia qualquer saída das Caldas da Rainha. Mas à última hora, tudo se conjugou para que pudesse dar um salto a Sintra e acompanhar a vigília da APEDE. As minhas imagens estão mesmo impossíveis de publicar e espero que o mail consiga documentar mais esta inscrição da esperança. A noite esteve muito fria, mas foi especial. Sentiu-se o reforço anímico da vitória no parlamento. Tem sido tão longa e dura a luta cívica e exemplar dos professores portugueses, que as vitórias têm um efeito moralizador.

 

A mais dura das derrotas é quando se vai vencendo as diversas etapas pela força da razão, mas em que o momento da vitória final é constantemente adiado.

 

O núcleo de Sintra da APEDE deu sinal de vida pela voz do Ricardo Silva, registou-se o discurso esclarecido da deputada Ana Drago e a presença de membros de partidos políticos e sindicatos. Dá ideia que a actividade cívica dos últimos tempos provocou alterações no xadrez parlamentar, partidário e sindical.

 

Entretanto, reparei que o Mário Carneiro já tem aqui um post documentado com imagens. Enviou-me por mail as que publico de seguida, o que agradeço. 

 

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.