Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

raúl ruiz e proust

30.12.08

 

Sei que foi no Nimas numa sessão do início da tarde: a sala estava quase vazia, a exemplo da capital, e estávamos em Agosto: tempo quente e tudo muito calmo e sereno.

O meu fascínio pela obra literária de Marcel Proust leva-me a estas coisas: fico muito entusiasmado sempre que alguém se atreve a levar ao cinema um dos volume de "Em busca do tempo perdido" - a obra toda seria impensável -, e não resisto.

Raúl Ruiz (sim, com acento no u como se usa no Chile, mas também podia ser o afrancesado Raoul que ele não se importava), um chileno que vive em França e que é um dos realizadores preferidos do produtor Paulo Branco, levou à cena "o tempo redescoberto".

Um filme longo e que, pareceu-me, foi realizado a pensar nos apaixonados pela obra literária, onde se incluem o realizador e o produtor. Que seja. Foram umas horas fascinado pela atmosfera criada por Raúl Ruiz.

Encontrei um vídeo que retrata, em cerca de cinco minutos, meu caro leitor, o ambiente que deve ter inspirado uma boa parte do genial romance de Marcel Proust.
 
Ora clique. (Reedição. 1ª edição em 16 de Dezembro de 2007)
 

 

2 comentários

Comentar post