Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

invulgar

31.12.10

 

 

Não me lembro da mudança de ano carregar tanto pessimismo; e o pior é que é fundamentado. Nesse sentido, é de considerar que as eleições presidenciais se revestem de uma importância mais decisiva. Haverá momentos em que ter Manuel Alegre ou Cavaco Silva não será indiferente. Percebo o que levou Manuel Alegre a insistir no apoio deste PS. Esse desígnio da chamada política real será a seu tempo avaliada. Tive pena que tivesse sido esse o caminho, mas estou seguro que Manuel Alegre será capaz de dizer que não quando a sua consciência o exigir. Para a agenda da defesa do poder democrático da escola, Manuel Alegre fará muito melhor do que o actual presidente: serão muitos poucos os que discordam dessa evidência.

 

Estes tempos invulgares, mas previsíveis, precisam de um presidente que não se despiste quando a discussão foge dos dois ou três temas que domina. O debate entre os dois candidatos mais bem posicionados nas sondagens revelou o que se sabia: Cavaco Silva é irritadiço, não tem ideias, repete soundbites até à exaustão e tem sobrevivido com a sua conhecida profissionalidade política; Manuel Alegre é forte em campanha, tem alma e pode ser um bom presidente da República. A disputa eleitoral pode ter sido relançada.

2 comentários

Comentar post