Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

lamentável

15.12.10

 

 

Estes governos do PS conseguiram degradar de tal modo a imagem do estado que são poucos os que acreditam que não manipulam os dados para apresentarem resultados que encham os olhos dos votozinhos. O ensino de adultos foi uma área em que isso me impressionou muito. A boa ideia da certificação e da validação de competências (transformada em novas oportunidades) adquiridas no mundo profissional foi desvirtuada pela propaganda e conseguiu manchar todos os envolvidos. O desplante atingiu o cúmulo quando o chefe do governo discursou em cerimónias inquisidoras dos críticos com a plateia recheada de pessoas abençoadas (e muitas de boa fé, acredito nisso) pelo processo; foi um vale tudo eufórico que repugnou.

 

Com o PISA2009 acontece o mesmo. Começam a surgir vozes e mais vozes a duvidarem dos critérios da amostra. Os representantes do governo bem podem advogar com o segredo de estado. O problema é que o sentido de estado foi ferido de morte e vai levar a tempo a repô-lo.

 

Ministério não sabe que escolas participaram nos testes PISA