Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

não desistir

17.11.10

 

 

 

Não serem sugados pelas forças institucionalizadas, tem sido um dos méritos de muitos blogues. O seu papel tem sido "reconhecido" por ministras e secretários de estado que caíram, por chefes de governo em apuros, por agências de comunicação social que se tornaram menos eficazes e até por aqueles que andam pela sociedade à espera que as suas diabruras não sejam denunciadas. Todos se queixam e estão cheios de razão.

 

Claro que há excepções. Há blogues que perderam credibilidade por se tornar evidente o oportunismo político dos seus editores.

 

E lembrei-me disto ao reler uma excelente entrevista ao filósofo José Gil na Pública. A páginas tantas responde assim:

 

 

Pergunta: "Diz no seu livro Portugal, Medo de Existir que o espaço público deixou de existir e que foi substituído pela comunicação social. É esta que dita que o movimento se faça numa direcção ou noutra."


Resposta: "Acho que é cada vez mais isso. A comunicação social suga essas pequenas forças, que não estão ainda institucionalizadas."

8 comentários

Comentar post