Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

intrujices

19.08.10

 

 

 

 

 

 

 

Imagino que não deve ser uma coisa apenas portuguesa, mas na nossa sociedade está há muito institucionalizada a cópia, a batota e a trafulhice. Cópias nos testes e exames, trabalhos de avaliação plagiados, bocados de texto citados sem a devida referência e por aí fora são hábitos enraizados no nosso sistema escolar e na nossa vida pública. Quem disser que o que escrevi não é bem assim, está muito distraído ou tem outro interesse qualquer nessa negação.

 

Não advogo um qualquer Priorado de Sião regenerador nem sei muito bem como acabar com esta praga. E não tenho qualquer problema com o habitual olha-me este armado em sei lá o quê.

 

Vem isto a propósito de duas notícias do dia. Uma refere o facto de um grupo de jornalistas afirmar que conseguia comprar um porta-folhas para avaliação no 12º ano das novas oportunidades por 400 euros. É grave. Mas o que gostava de saber é se esse porta-folhas seria suficiente para certificar alguém. Se assim é, a coisa é duplamente grave. O outro assunto prende-se com mais 250 mil computadores Magalhães para os alunos do primeiro ciclo. Nesta altura e sem qualquer avaliação do que foi feito com o programa anterior, dá ideia que há por aqui uma qualquer intenção de má propaganda.