Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

algum debate

14.07.10

 

 

Associar a blogosfera docente a um movimento onde existe pensamento único é revelador de desconhecimento. Há posições divergentes sobre a ideia de escola e, naturalmente, a propósito das ideologias. Sempre que se aproximam actos eleitorais, há a tendência para se descobrir alinhamentos e para engavetar blogues conotando-os com esta ou aquela candidatura. É evidente que um blogger pode afirmar a sua posição, só que isso estará longe de influenciar eleitores que são esclarecidos e que votam por mil e um motivos e não apenas pelo posicionamento dos candidatos em relação aos assuntos da Educação.

 

Dito isto, e considerando-se as eleições presidenciais, importa situar os candidatos. Não tenho qualquer dúvida em inscrever Cavaco Silva num registo que aceita a democracia e a liberdade. O actual PR é um social-democrata chegado a valores conservadores nos temas mais fracturantes. Tirando os assuntos da economia (o seu grande trunfo e que de muito pouco valeu, diga-se), onde se revela conhecedor embora um bocado repetitivo, nos restantes temas manifesta pouco rasgo e uma acentuada falha de visão. Não votaria em Cavaco Silva para presidente.

 

Tenho admiração pelas posições cívicas e políticas de Manuel Alegre. É um poeta de primeiríssima água e uma figura importante da nossa democracia. Não lhe conheço capacidades executivas, nem para o caso em apreço isso é decisivo, e penso que daria um bom presidente.

 

Nos temas da Educação Cavaco Silva não foi apenas um cooperante estratégico com as nefastas políticas do governo; foi um apoiante devoto. Manuel Alegre defendeu abertamente o poder democrático da escola. É bom que se sublinhe esse facto que lhe garante uma pública animosidade no partido do governo. É evidente que registei a sua necessidade em evitar rupturas com o seu histórico partido. Talvez só ele possa responder, mas notou-se um tacticismo eleitoral que não apreciei.

10 comentários

Comentar post