Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

um negócio que deve ser escrutinado até à medula

15.02.10

 

 

 

Com a criação da "Parque escolar" as escolas secundárias públicas envolvidas vão deixar de pertencer ao património do estado e as suas instalações e respectivos terrenos (alguns bem no centro das cidades) deixaram de ser geridas pelos seus órgãos de gestão.

O que muitos começam a questionar é o alcance de tudo isto e as suas verdadeiras motivações. Mas mais: por que é que este programa foi tão apressado e tão pouco discutido? Foi apenas porque havia que animar a economia no período pós-desastre-financeiro? E a lei de bases do sistema educativo? E a política educativa?

 

Três quartos das escolas secundárias vão sair do património do Estado

 

 

"Empresa pública será proprietária de inúmeros terrenos que poderão ser alienados de forma mais fácil a partir do momento em que saírem do património do Estado.(...)"