Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

plagiar e copiar

08.02.10

 

Foi daqui

 

 

 

 

Por mais argumentos que me apresentem, não consigo aceitar como razoável, sequer, a ideia de copiar ou de plagiar. É uma desonestidade intelectual grave e não se constrói uma sociedade credível numa atmosfera assim.

 

O advento da sociedade em rede é propício a essas práticas e também muito vulnerável à agressão verbal sem rosto. Noutro dia fiquei surpreendido com a decisão da Universidade de Sevilha que passou a autorizar os alunos a copiar nos exames. Dizia um professor espanhol de outra Universidade: "os alunos têm um peso de 50% na votação destas matérias".

 

Mas sejamos justos: os alunos fazem o que vêem ou não? Os professores, nas escolas e nas universidades, têm ou não esse tipo de prática?

 

Internet: alunos plagiam cada vez mais para trabalhos escolares

 

 

"As crianças e jovens recorrem cada vez mais à Internet para fazerem os trabalhos escolares. No entanto, o objectivo é sobretudo plagiar, não fazer pesquisas, alerta a investigadora Cristina Ponte, coordenadora do EU Kids Online Portugal.(...)"

5 comentários

Comentar post