Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

a sociedade em rede (reedição)

17.11.08

 




- Pensas que sou um homem culto e instruído?

- Com certeza - respondeu Zi-gong. - Não é?


- De modo nenhum - disse Confúcio.
- Simplesmente descubro o fio da meada.

 


Sima Quian, "Confúcio".



Recomenda-se à actual Srª Ministra da Educação. Se pensava que o tinha encontrado, o quê? Sim, o fio da meada, francamente, não percebeu nada, parece-me; e, muito sinceramente, gostava de estar enganado.
Do modo como as propostas e as declarações se vão sucedendo, a Srª Ministra não presta uma homenagem a Confúcio mas destina-a ao confusionismo.

Sociedade sem rede, literalmente. E o que nós precisávamos: de rede, com e sem plano tecnológico, e de quem conhecesse o fio da meada.




(reedição. 1ª edição em 7 de Outubro de 2006)

2 comentários

Comentar post