Em busca do pensamento livre.
Quarta-feira, 14 de Junho de 2006





Não me interessa a discussão a propósito de quem convoca as greves de professores e muito menos o calendário escolhido para a convocação da suspensão voluntária das tarefas docentes.

Quando ouço argumentar que estas greves têm uma agenda exclusivamente partidária, francamente, apetece-me dizer que isso é tão válido como dizer-se que o que os governantes querem é desvalorizar a escola pública para a entregar, como negócio altamente apetecível, aos interesses privados. Cada um falará, sempre e só, do que sabe: aliás, como é possível alguém falar do que não sabe?

Hoje fiz greve e fiquei muito orgulhoso com o comportamento dos professores portugueses.

A ideia de avaliar o mérito dos docentes - fazendo o paralelismo com  os militares - e depois instituir cotas no acesso à categoria de docente titular é impossível de aceitar.

Foi uma greve justa.

Por muito que se diga o contrário, existe hoje uma desvalorização quase absoluta do percurso do nosso sistema escolar. Generaliza-se de modo leviano. É grave o modo como se passa por cima da organização autónoma da cada escola: este último despacho que remete para os docentes "faltosos" a incumbência da realização das tarefas de planeamento do ano lectivo é lapidar. É o total desrespeito por cada uma das escolas. Só é possível no "estado de sítio" actual. As escolas estão incluídas num regime de autonomia e gestão e devem ser avaliadas enquanto tal.

As generalizações são sempre desadequadas - "não fazem parte deste tempo" -, perigosas e tremendamente injustas.

Quer ver, meu caro leitor. Vou pegar no último ministro da Educação.
O ex-ministro David Justino que é, hoje, assessor para a educação do actual presidente da República, passava o tempo todo a dizer que a gestão das escolas tinha de ser profissionalizada e depois deu os exemplos de gestão que todos conhecemos - sendo o exemplo mais mediático o inenarrável concurso de docentes, não devemos esquecer as incursões destemperadas na lei de bases ou na lei orgânica do próprio ministério -; agora aconselha, de modo sábio, já se vê, a presidência do país.
Será a voz do presidente?
Será que os ministros, principalmente os ex-docentes de sociologia, são todos deste nível de competência?

O que nos vale é que existem muitos docentes, como existem profissionais de outras áreas, certamente, que se orgulham do seu exercício profissional em Portugal e do trabalho que têm realizado: e lembrei-me, de novo, de Vergílio Ferreira.




"... porque há uma invencível lei do homem
que é a da sua libertação,
a sua conquista inexorável
de uma cada vez maior dignidade."



Vergílio Ferreira, Alegria Breve



Paulo Guilherme Trilho Prudêncio.


publicado por paulo prudêncio às 19:15 | link do post | comentar | partilhar

Inauguração do blogue
25 de Abril de 2004
Autor:
Paulo Guilherme Trilho Prudêncio
Discordâncias:
Mais até por uma questão estética, este blogue discorda ortograficamente
arquivo
comentários recentes
Muito bom.
https://blog-da-anal.blogspot.com/
Depois há coisas destas...https://www.blogger.com/...
É um tema que exige muitos caracteres. Darei a min...
Ora nem mais. Mas refiro-me apenas à audição de pr...
subscrever feeds
mais sobre mim
Por precaução
https://www.createspace.com/5386516
ligações
blog participante - Educaá∆o - correntes .jpg
tags

antero

avaliação do desempenho

bancarrota

bartoon

blogues

campanhas eleitorais

cartoon

circunstâncias pessoais

concursos de professores

contributos

corrupção

crise da democracia

crise da europa

crise financeira

desenhos

direitos

economia

educação

escolas em luta

estatuto da carreira

falta de pachorra

filosofia

fotografia

gestão escolar

história

humor

ideias

literatura

luís afonso

movimentos independentes

música

paulo guinote

política

política educativa

professores contratados

público-privado

queda de crato

rede escolar

ultraliberais

vídeos

todas as tags

favoritos

bloco da precaução

pensar o sistema escolar ...

escolas sem oxigénio

e lembrei-me de kafka

as minhas calças brancas ...

as minhas calças brancas ...

reformas e remédios (1) -...

sua excelência e os númer...

posts mais comentados
Razões de uma candidatura
https://www.createspace.com/5387676