Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

da blogosfera (001)

13.10.09

 

Foi daqui. 

 

Vou iniciar uma rubrica com a intenção de dar a conhecer alguns dos textos que leio na blogosfera. Colarei os textos, ou apenas uma parte, com a nomeação dos respectivas ligações.

 

Hoje vai ser assim:

 

 

Fim de ciclo. Aqui.


Enfim, terminou o longo ciclo eleitoral que começou com o PS a descer perigosamente e acabou com o PS a ganhar, e dois vencedores políticos: António Costa e José Sócrates. Este ciclo abriu a caixa de Pandora das eleições presidenciais (o que não era previsível) e relançou a crise "refundacional" do PSD. Consolidou o Bloco de Esquerda mas espero que tenha moderado a arrogância triunfalista de alguns dos seus dirigentes. Recolocou CDS e PCP nos respectivos lados e credibilizou-os (viabilizou-os?) como parceiros.  Obrigou o eleitorado a fazer múltiplas escolhas em pouco tempo e a tomar opções complexas e por vezes cirúrgicas, o que, evidentemente, fragilizou as empresas de sondagens.



Tudo à espera do novo governo. Aqui.


1. Vivemos um compasso de espera. A tranquilidade reina. Quase apetece dizer que seria bom que não houvesse Governo. Deve ser assim - com poucas leis e ainda menos mudanças na vida das pessoas - que os suecos, os finlandeses, os noruegueses, os australianos e os neozelandeses vivem. Também gostava de viver num país onde impera a classe média, os pobres são praticamente inexistentes, os políticos não chateiam e não se dá pela existência dos governantes. (...)


A fera amansada. Aqui.


Saúdo de forma efusiva, entusiasmada e pletórica esta atitude do indigitado PM, pelo modo como corajosa, firme e humildemente decide rasgar com a prática do PM cessante, responsável pelo velho clima político, caracterizado pelo não-diálogo.

Ainda bem que há eleições e rotativismo de personalidade.

Sócrates quer criar «novo clima político» em diálogo

José Sócrates disse, esta segunda-feira, após ser indigitado como primeiro-ministro pelo Presidente da República, que quer criar um novo clima político em diálogo.