Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

da última vez

05.01.11

 

 

 

Passei parte da infância e da adolescência a conviver com um enorme painel pintado por Malangatana. O centro lúdico do Banco Nacional Ultramarino, em Moçambique, fez uma escolha, para a parede interior da entrada de uma das salas, a que ninguém ficava indiferente: no meio de cores quentes e de corpos em representação do desespero, Malangatana afirmava o seu génio.

 

Vi-o a última vez no armazém dos artes, em Alcobaça (um projecto interessante que não deve perder), integrado numa exposição temporária e que registei com uma acolhedora viagem na memória. Era, sem dúvida, um Malangatana.

 

Soube hoje do seu falecimento. Nem os génios escapam ao destino.

 

Morreu o pintor Malangatana

 

 

 

 

3 comentários

Comentar post