Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

alfred dreyfuss

27.08.09

 

(encontrei esta imagem aqui

 

Este post tem uma intecionalidade didáctica, digamos assim. Como espero escrever nos próximos dias várias entradas que aludem a este assunto, decidi-me deixá-lo nos arquivos do blogue para depois linkar quando necessário. É claro que também pode ler o texto que a seguir publico pois tenho ideia que não dará por perdido o tempo que gastar.

 

"Recordem-se as linhas essenciais do caso (do affaire) de Alfred Dreyfuss, que dividiu a França e teve uma repercussão social e política inestimável. Oficial judeu, fora injustamente condenado em 1894 por espionagem a favor da Alemanha, demitido das suas funções, desgraduado e condenado a trabalhos forçados perpétuos; enviado para a ilha do Diabo, iniciou-se em 1897 uma violenta campanha em favor da revisão do seu processo, no decurso da qual interveio Zola (J´accuse) e que opôs os dreyfusards (dreyfusistas) - antimilitaristas agrupados em torno da Liga dos Direitos do Homem - aos antidreyfusards (antidreyfusistas) - anti-semitas e ultranacionalistas reunidos na Liga da Pátria Francesa e, mais tarde, na Acção Francesa. A revisão foi inicialmente recusada pelo Ministério da Guerra em 1898, mas a campanha acabou por levar a um segundo processo em 1899, quando se descobriram os documentos falsos carreados por uma tal coronel Henry (que pouco depois se suicidou). O Conselho de Guerra condenou então Dreyfuss a dez anos de prisão: era declarado culpado, mas reconheciam-se-lhe atenuantes... Só veio a ser completamente ilibado e reabilitado em 1906. (...).

 

"Em busca do tempo perdido",

Marcel Proust,

tradução de Pedro Tamen,

volume três, página 599."

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.