Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

balanço de certezas

05.11.09

 

 

 

(encontrei esta imagem aqui)

 

 

Não se aceitam mitigações com os direitos humanos: têm de ser todos e já. Com a democracia deve passar-se o mesmo.

 

Durante os últimos quatro anos conversei com muitos militantes e simpatizantes do partido político que suportou o actual governo: uns mais indefectíveis do que outros.

 

Houve uma constante que me surpreendeu e que me chocou, confesso. A ligeireza com que defendiam soluções menos democráticas para os processos de gestão escolar chegou a arrepiar-me. Mesmo a solução encontrada, que se encontra em vigor e que se tenta impor, parece inspirada no regime iraniano e no já célebre "conselho de guardiães".

 

Podem advogar com a ideia da nossa democracia ser recente ou com os tiques naturais das maiorias absolutas, mas, e muito sinceramente, não esperava que o partido socialista português estivesse impregnado de tanta hesitação na consolidação da democracia.

 

É preciso estar mesmo no "terreno" para perceber o modo como o poder democrático das escolas foi relegado para o nível mais baixo das prioridades.

2 comentários

Comentar post