Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

e eis o descalabro - sem surpresa, claro -

22.07.09

 

 

 

(encontrei esta imagem aqui)

 

 

 

 

Conselho Científico não se pronunciou sobre qual a avaliação docente para o próximo ano

 

"A ministra da Educação perguntou qual dos modelos deveria ser adoptado no próximo ano, mas o Conselho Científico para a Avaliação de Professores (CCAP) não respondeu a esta questão.

De acordo com um parecer do CCAP, emitido a 6 de Julho e hoje divulgado, este órgão optou antes por lembrar as recomendações anteriormente emitidas e sublinhar que, qualquer que fosse a decisão a adoptar, o Governo deveria salvaguardar e garantir um conjunto de princípios.(...)"

 

 

É bom que se recorde que foi a ainda ministra da Educação quem solicitou mais este parecer. E quando o conselho científico sublinha que se deve ter em consideração as recomendações já anteriormente referidas, está também a afirmar, de modo implícito, quer parecer-me, que o que existe não tem pés nem cabeça e que deve ser suspenso. Importa referir que este conselho pronunciou-se pela imensurabilidade da avaliação na componente funcional (pode saber mais sobre esta componente se clicar aqui), o que compromete não só este modelo de avaliação como também o próprio modelo de gestão escolar.

Há uma afirmação que ninguém consegue contrariar: a avaliação do desempenho dos professores está muito pior do que há quatro anos. Nesta altura, tenho ideia que a qualidade dos relatórios do desempenho que os professores entregam é naturalmente inferior e que está instalado um verdadeiro reino da babilónia.

 

Chegam-me informações de arrepiar. Desde escolas onde se aceita a auto-avaliação sem a definição de objectivos individuais, passando por outras em que só se avalia quem entregou os ditos objectivos até às situações mais inenarráveis que me foi dado conhecer.

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.