Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

jogo e construção

20.04.09

 

(encontrei esta imagem aqui)

 

Na entrada anterior, "lebres e caracol", publiquei um texto que fui buscar a um dos meus blogues de referência, aqui; era a parte dois.

A parte um em pode ler de seguida, mas, e se é a primeira vez que as está a ver, pode ler as duas de uma assentada. Vale bem a pena, pode crer (os bolds e as imagens são da minha responsabilidade).

 

Textos de véspera e do dia seguinte. Jogo e construção

 

1. Desenho: pirâmide; código: o amor

Texto A [msc]
É uma elaboração intelectual, está bem de ver.
É uma construção geometrizada, está bem de ver.
É uma operação mais selectiva do que aditiva, está bem de ver.
É joeirar e depois pescar, está bem de ver.
É um esforço minimizado pela planificação prévia, está bem de ver.
É um trabalho de formiga, digno de um formigueiro inteiro, está bem de ver.
É um jogo com muitas regras, para jogadores muito pacientes, está bem de ver.
 
Texto B [jbs]
 
É uma elaboração intelectual, está bem de ver.
É uma elaboração manual, está bem de ver.
É uma construção experimental, está bem de ver.
É uma construção que se projecta no futuro, está bem de ver.
É um esforço minimizado por uma vontade prévia, está bem de ver.
É um esforço alimentado pelo trabalho de muitos, está bem de ver.
É um edifício de degraus, está bem de ver.
É um edifício que se pode subir a dois e dois, está bem de ver.
Quem chegar ao cimo diz-se que colherá o sopro dos deuses - está bem de ver?
Quem chegar ao cimo consta que compreenderá uma rosa dos ventos - está bem de ver?
Quem chegar ao cimo julga-se que dominará para sempre o deserto - está bem de ver?

 

 

1 comentário

Comentar post