Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

"devemos remover” imposto aos lucros excessivos"

01.06.23

Captura de ecrã 2023-06-01, às 14.15.50.png

Costa Silva diz que "“devemos remover” o imposto aos lucros excessivos para “não penalizar” empresas e espero fechar 2023 com crescimento económico acima dos 3%.(...)O turismo é um sector forte. Em 2022 as receitas chegaram a 21,1 mil milhões de euros, 15,4% acima de 2019.Claro que é antigo o "é a economia, estúpido!", mas também se recorda que o mentor Bill Clinton foi fortemente criticado pelo seu assessor Joseph Stiglitz (Nobel da economia em 2001 e que não se cansou de antecipar a crise de 2008) pela trágica desregulação dos mercados.

Também a propósito deste tema e do PRR, a Ministra da Presidência disse (mais ou menos assim) na semana passada: "mais do que a contestação social, o Governo tem que olhar para o interesse do país." Conclui-se que é um país sem pessoas ou que as pessoas, à excepção dos turistas, não são prioritárias. Como quem mais protesta são os professores, seria bom que se levasse a sério os seus protestos. A escola pública é um imperativo democrático em irrefutável queda e ainda não é certa a substituição de professores por máquinas.

Era já uma Viena trágica

01.06.23

"(...)Era já uma Viena trágica. Não podemos esquecer o paradoxo: a matriz - se assim me atrevo a dizer - da nossa cultura moderna, do nosso modernismo, e até mesmo pós-modernismo, mas já à sombra de um anti-semitismo cada vez mais feroz, e, sobretudo devido á catástrofe de 1914-1918, o troço decepado de um império que procurava - já então - o seu futuro na direcção da Alemanha.(...). Veja bem que foi um presidente do município de Viena, Karl Lueger, um homem muito importante, quem lança verdadeiramente as bases do programa que será o do seu discípulo, Hitler, visando a eliminação dos judeus na Europa. Há um ponto de pormenor que me obsidia: a palavra, medonhamente feia em alemão, "Judenrein", que significa "limpeza étnica": regiões, cidades, organizações, onde deixará de haver judeus: É o clube de bicicleta da cidade de Linz que inventa esta palavra em 1906.(...)"

 

 

 

Steiner, G. e Spire, A. (2000:16)

Barbárie da Ignorância

Lisboa

Fim de Século