Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Amanhã, e a caminho da manifestação, estarei na SicN (12h00, estúdio) e na CNN (09h40, Skype)

10.02.23

 

Captura de ecrã 2023-02-09, às 14.56.46.png

Amanhã (11-02-2023 e a caminho de uma grande manifestação em Lisboa), estarei na CNN (09h40 - Skype) para uma antevisão do dia e pela SicN (12h00) para uma entrevista em estúdio.
Aos professores, não interessa quem convocou a manifestação e não querem organizações em bicos de pés. A explosão em curso resulta da acumulação, durante 17 anos, de exaustão com indignação. Conhecem bem a crise do sindicalismo tradicional e não querem que se repitam entendimentos como em 2008. Sabem muito bem onde se estava em 2008, 2013, 2018 e 2023.
Há, desde logo, dois imperativos democráticos: a defesa da escola pública, e de todos os seus profissionais, e a liberdade de ensinar e aprender.

Das Escusas dos Avaliadores

10.02.23

Post publicado em 28 de Novembro de 2012 e repetido em Novembro de 2022.

Em 2022, escrevi assim:

"Dez anos depois, nada mudou. Agravou-se porque as progressões na carreira estão sujeitas a cotas e vagas."

Em 2012, escrevi assim:

"A avaliação de professores entrou no desmiolo conhecido. Já cansa. A única informação relevante é sobre o pedido de escusa por parte dos possíveis avaliadores. Concordo e ponto final.

Só faltava termos os sindicatos a pugnarem pela consideração das aulas observadas no desmiolo anterior e na enésima simplificação do inclassificável. É a tradicional resposta no universo-alpaca: contra minutas luta-se com minutas."