Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

"Tudo deve partir da sala da aula para aí voltar"

28.10.15

 

 

 

 

"Tudo deve partir da sala da aula para aí voltar", Lefévre, L. (1972:51), "O professor observador e actor", Livraria Almedina, é uma asserção com mais de quarenta anos mas que raramente encontra eco nas políticas de gestão escolar. O "desconhecimento" deste simples e lúcido princípio será a causa primeira do vórtice de descontentamento a que assistimos em Portugal. A aula tem que ser, para alunos e professores, a primeira razão do "existir escolar" e ponto final. Os professores leccionam centenas de aulas em cada ano lectivo e milhares durante uma carreira. Nuns dias as aulas decorem melhor do que noutros. A exigente avaliação do desempenho é diária e aula a aula. O que menos se esperava é que administração "impensada" inundasse a profissionalidade dos professores com tarefas inúteis para cumprir calendário e com procedimentos que infernizam a utilização do tempo.