Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

da suíça do povo exemplar e do resumo de mais um dia europeu alucinante

09.02.15

 

 

 

Enquanto educava o povo chegando ao ponto de referendar a proibição dos imigrantes cortarem as unhas na sala de estar, a neutral Suíça vê-se, através do Swiss Leaks, pela enésima vez ligada a todo o tipo de lavagem de dinheiro com 200 portugueses à mistura no HSBC suíço. Os implacáveis dos costumes nunca nos surpreendem nas aldrabices.

 

Foi hoje que se soube que o Governo português quer antecipar o pagamento de 14 mil milhões de euros ao FMI, quiçá com o tal HSBC como credor. Com tanta liquidez dos cortes a eito, os nossos passos continuam além do capitalismo selvagem.

 

E foi também hoje que se conheceu que a Áustria, berço de alguns dos principais mentores do nazismo e talvez também por isso, se colocou do lado da Grécia no diferendo com a Alemanha.

 

Está estranha a Europa. As oligarquias parece que estremeceram mesmo como o abalo grego e com o novo mundo da informação. Que se sigam mais abanões.

 

 

17267142_MqQ4E.jpeg

 

Sede, em Berlim, do partido de Merkel.

Os berlinenses chamam-lhe Titanic. 

 

 

Da maioria silenciosa: um retrato genial de Gonçalo M. Tavares

09.02.15

 

 

 

"Não foi o povo que fez o 25 de Abril. Pela maioria silenciosa, essa saturante entidade colectiva, ainda viveríamos numa ditadura com quase um século", disse alguém na TSF a propósito da maioria que, por exemplo, fica "à espera que os outros façam a greve que os benefícios serão para todos" e a propósito da improvável chegada a Portugal dos efeitos Syriza e Podemos. Mas isso é para outro post.

 

Vale mesmo a pena ler o pedaço seguinte de Gonçalo M. Tavares.

 

IMG_1696.JPG

 

 

Gonçalo M. Tavares (2014:26). "Os velhos também querem viver". Caminho. Lisboa.