Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

da mística do instante

03.11.14

 

 

 

Passava os olhos pelo livro de José Tolentino de Mendonça (JTM), "A mística do instante, O tempo e a promessa", e reflectia, com o autor, à volta do conceito de espiritualidade que para JTM significa interioridade como "a noção mais afim à ideia de mística". Não é difícil imaginar a bondade transversal que ilumina a obra.

 

Leio as crónicas de JTM há muito e não sabia que é vice-reitor da Universidade Católica Portuguesa. E foi isso que me chamou à atenção. Não me lembro de uma pessoa formada nessa universidade que não professe o ultraliberalismo; pelo menos o neoliberalismo mais competitivo, como se vivêssemos na selva, é apontado como caminho. E é isso que me surpreende em tanto conselho cristão e em tão elevadas almas. JTM será uma excepção, uma espécie de ovelha fora do rebanho?

 

Captura de Tela 2014-11-03 às 20.34.29.png

 

 

 

dos interesses e da sociedade

03.11.14

 

 

 

Não podemos despir a pele e ainda bem que é assim. A singularidade dos humanos é um verdadeiro oxigénio.

 

Mas a história já nos ensinou vezes sem conta que quando colocamos os interesses individuais muito acima dos colectivos acabamos por afectar os segundos e irremediavelmente os primeiros. Os gestos mais egoístas que prejudicam os interesses dos grupos acabam sempre com danos sérios para ambos, seja no âmbito nacional ou local; é só deixar passar o tempo, embora se tenha que registar, e infelizmente, que há danos que são quase irreparáveis.

 

Ter um olhar para o grupo e outro para o individual é uma formulação difícil; sabemos disso. Mas quem olha para o interesse geral consegue sempre proteger os interesses mais particulares.

 

 Já usei esta argumentação noutros posts.