Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

suspenderei as publicações por quinze dias

30.09.14

qual Bosão de Higgs

29.09.14

 

 

 

 

O MEC continua sem revelar o ajustamento da fórmula iluminada que infernizou os concursos de professores. A tragédia nunca nos surpreende quando é acompanhada pela comédia.

 

Uma semana depois de admitirem, a muito custo, o erro, as pessoas do MEC talvez pensassem em dar um ar de Stephen Hawking (que responde com três palavras por hora), mas baralharam-se quando o físico brilhante se afirmou ateu e não crente em milagres.

 

 

 

 

 

 

 

primeiras impressões das primárias do ps

28.09.14

 

 

 

 

Caso se confirme a previsível vitória de António Costa, há algumas interrogações que se colocam: o Governo já pode cair? Já se pode marcar a data das eleições legislativas antecipadas? Ou ainda é preciso que Rio seja eleito no PSD?

 

Olhando a partir do sistema escolar, não me esqueço do post de 24 de Junho de 2014 em que António Costa denunciou a "injusta guerra aos professores como o principal erro do PS".

 

 

 

 

um outro triângulo das bermudas - ong´s, fundos europeus e offshores

27.09.14

 

 

 

 

Portugal criou um outro triângulo das Bermudas que sugou o orçamento do Estado: ONG´s, fundos europeus e offshores. Não havia yuppie-jotinha-(mesmo-que-só-em-espírito)-dos-mais-diversos-escalões-etários, ligado aos aparelhos do arco ou a sociedades mais ou menos secretas, que não exibisse a solução triangular "empreendedora" numa sociedade que entrou no euro convencida que a bancarrota era uma impossibilidade - ao que consta, tese em voga nas universidades de verão de então. Ora veja a capa do Expresso sobre o caso Tecnoforma.

 

 

 

 

 

 

 

do risível que deu em tragédia

27.09.14

 

 

 

 

É espantoso como o MEC andou semanas a acusar professores e sindicatos de agitadores por causa da fórmula dos concursos de professores. Ora leia este pedaço da página 31 do primeiro caderno do Expresso e veja lá como estas pessoas são de uma incompetência de bradar. E claro: o assunto fica longe de estar resolvido.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pág. 1/9