Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

da união e da insatisfação dos portugueses

17.03.14

 

 

 

 

 

Os estudos valem o que valem, mas é interessante perceber os tipos e os graus de união dos portugueses.

 

E depois existem as conclusões mais ou menos óbvias a partir destes estudos: bombeiros, professores, polícias, médicos e enfermeiros e por aí fora são grupos muito considerados, enquanto que políticos profissionais e banqueiros aparecem no fim da lista; diga-se que não é injusto nem tem consequências: os primeiros vão sendo sugados pelos segundos.

 

 

 

 

Post actualizado às 21h19.

 

Noutro estudo, ficamos a saber que "(...)Os portugueses estão insatisfeitos com vários aspectos da democracia portuguesa. Quase 40 anos depois do 25 de Abril, sentem que há falta de controlo popular do poder político e que os governos não explicam as suas decisões aos eleitores.(...)"

 

 

 

 

do criador da Siri

17.03.14

 

 

 

 

 

O ambiente de sociedade de informação nas organizações escolares deve incidir na simplificação dos procedimentos informacionais que envolvem os professores e os restantes profissionais.

 

Se isso acontecer, está dado um primeiro e fundamental passo para que as tecnologias e o software só entrem nas salas de aula de forma sensata e com alergia aos modismos.

 

"O criador da Siri, a aplicação que serve de assistente pessoal no iPhone e que a Apple comprou por 200 milhões de dólares, veio a Portugal dar conselhos de empreendedorismo" e apresentou a seguinte conclusão: