Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

do retrocesso

01.03.13

 

 

 

 

 

Nos últimos dias surgiram os primeiros ecos do retrocesso no sucesso escolar com o aumento de classificações negativas no 12º ano. Se é evidente que estes dados são insuficientes para uma conclusão, é natural que os números do insucesso e abandono escolares comecem a subir; desgraçadamente, acompanharão os do desemprego e da fome e contrariarão os que advogavam que tudo se resolvia com mais escola e com uma sociedade ausente.

 

No universo escolar também existem causas fortes e prontas a cobrar o fatalismo. Supressão de disciplinas, horas curriculares atribuídas no espírito de mais do mesmo, aumento do número de alunos por turma e quebra da proximidade relacional através de um modelo de gestão escolar único no mundo conhecido, são alguns exemplos do desmiolo que assolou o sistema escolar.

 

Para além disso, temos uma legião de professores em aguda instabilidade profissional, desesperançados e com anos de desconsideração social. Há cerca de meia dúzia de anos que a agenda mediática é preenchida por professores em protesto ou governantes e comentadores a zurzirem na sua profissionalidade. Os alunos intuem a desfaçatez, mesmo que não o verbalizem, e os que não querem aprender aumentam em número.

 

É evidente que as escolas do Estado estão mais expostas a este flagelo e os rankings, acompanhados da segregação social que sempre se acentua nos tempos de salve-se quem puder, farão o serviço que interessa a quem teima na privatização de lucros. Falta saber se tudo isto se desenvolverá como até aqui ou se a bancarrota nos fará arrepiar caminho por uns tempos.

da segunda pele

01.03.13

 

 

 

 

 

Notei Passos Coelho com mau perder. É uma espécie de segunda pele que vem à tona quando chantageia a baixa de impostos com mais cortes a eito nas políticas sociais. Esse desequilíbrio é insensato e trágico, como se comprova.

 

Sabíamos da presença da troika, mas também conhecíamos o fanatismo ideológico do Estado mínimo. Esse para além da troika não devia ser uma coisa experimental nem uma brincadeira de jotas retardados misturados com uma espécie de nerds. Estas coisas são sérias e arrasaram a vida de milhares de pessoas.

 

 

Passos: Para baixar impostos temos de reduzir as despesas do Estado

amanhã

01.03.13

 

 

 

 

 

 

 

Hesitei entre uma das "minhas" cidades e a capital para participar no prometedor 2 de Março de 2013.

 

Como prevejo uma jornada única e histórica em Lisboa, a exemplo do inesquecível 15 de Setembro de 2011, gostava de estar presente.

 

Já decidi que vou começar pelas Caldas da Rainha, às 14h30, e logo se vê.

 

Apesar do concelho ser demasiado águas mornas e fã do aparelhismo, é bom não esquecer a história recente do sistema escolar.

 

Foi aqui que surgiram a valorosa e inesquecível Santo Onofre, em combate ao Socratismo-lurdismo, e alguns dos movimentos de professores com saliência para o recente Em defesa da Escola Pública no Oeste.


E depois há toda uma série de resistentes que farão do 2 de Março uma jornada que valerá a pena.

grândola e a democracia formal

01.03.13