Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

do fenómeno Grillo

27.02.13

 

 

 

 

 

 

Há muito que nem sei o que responder a quem interroga o valor do dia seguinte às manifestações, greves e por aí fora. São interrogações que acabam na mesma família da que desvaloriza a ideia de protesto com a acusação da não apresentação de propostas. A História tem mostrado que vale muito protestar e os últimos dias têm sido férteis em sinais.

 

O protesto pelo protesto é tão válido com um qualquer caderno de propostas. O fenómeno do Grillo-italiano é mais uma evidência. Mesmo quando propõe 1000 euros de retribuição mínima ou 20 horas de trabalho semanal, sabe que está no domínio da comédia e que a brincar, a brincar se podem dizer coisas muito sérias. Quando exige o fim da imunidade parlamentar continua a fazer tremer o status quo

 

Impressionei-me com o apoio de Joseph Stiglitz ao Grillo-italiano. O comediante eleito financiou a sua campanha e até tem um iate e um ferrari. O eleito diz que só critica e não governa e ponto final. E já há quem diga que pode ter colocado alguma gente nos eixos e mesmo que um novo Monti forme Governo.

então? É com a Grândola Vila Morena que a gente resolve tudo?

27.02.13

 

 

 

 

Isto está difícil e mais ainda quando pensamos em alternativas à troika. A Jerónimo Martins, que aumentou para 360 milhões o lucro em 2012, tem um CEO com tiradas que baralham as mentes.

 

Repare-se: não é com Grândolas Vilas Morenas que a gente resolve nada, ou seja, também não é com Grândolas Vilas Morenas que a gente resolve tudo e às tantas será com Grândolas Vilas Morenas que a gente resolve nada ou com Grândolas Vilas Morenas que a gente resolve tudo.

 

"Não é com Grândolas Vilas Morenas que a gente resolve nada"

"Alexandre Soares dos Santos diz ser "a favor de manifestações", mas pede "conteúdo" no debate e apresentação de alternativas para o futuro.(...)"