Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

digam o que disserem

26.12.12

 

 

 

 

É recorrente e inevitável: os milhares de milhões de euros da fraude BPN (mas há mais, do BCP a outros bancos e passando por regiões e autarquias) não podem ficar "arrumados" numa qualquer gaveta.

 

É interessante o texto de Rui Tavares, hoje na impressa do Público. E já começam a ser sei lá o quê as classificações de esquerdista radical e populista. É bom ir ver o que se defendia sobre a dívida há um ou dois anos ou ir mais longe e ver quem subscreveria nos tempos que correm os discursos de Olof Palme ou Willy Brandt.

 

 

em Braga

26.12.12

 

 

 

 Recebido por email com pedido de divulgação.

 

 

 

Comunicado à Comunidade Educativa





Reordenamento/Agregação das escolas agrupadas e não agrupadas do Concelho de Braga.


Considerando que, até à data, a Direção Regional de Educação do Norte não respondeu ao pedido de audiência solicitado por uma comissão representativa da comunidade escolar bracarense referente à proposta de agregação das escolas e agrupamentos de escola deste concelho;

Considerando que os diferentes serviços do Ministério da Educação e Ciência não emitiram qualquer parecer ou desenvolveram qualquer diligência, na sequência das solicitações de suspensão dos processos de agregação, entretanto encaminhados por diferentes órgãos de Administração e Gestão das Escolas e Agrupamentos de Escola;

Considerando que a Exma. Sr.ª Diretora Regional de Educação do Norte comunicou, em reunião convocada para o efeito, que, até 31 de dezembro de 2012 e por decisão unilateral da tutela, seriam publicadas em Diário da República as agregações relativas a este concelho;

O Conselho Municipal de Educação, a Confederação das Associações de Pais, os Presidentes dos Conselhos Gerais e os Diretores das escolas agrupadas e não agrupadas do concelho de Braga, em reunião no dia 21 de dezembro, na Escola secundária D. Maria II, consideraram fundamental dar a conhecer à comunidade educativa que representam as decisões tomadas:


Reencaminhar toda a documentação relativa a este processo ao Exmo. Sr. Ministro da Educação, com conhecimento aos diferentes serviços por si tutelados, solicitando uma audiência com caráter de urgência;


Promover uma conferência de imprensa, no próximo dia 27 de dezembro (quinta-feira), pelas 11 horas, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Braga;


Convidar toda a Comunidade Educativa (Alunos, Pais e Encarregados de Educação, Docentes, Não Docentes…) a comparecer na Praça do Município, no dia e hora acima agendados, no sentido de acompanhar e apoiar esta iniciativa.



O Presidente do Conselho Geral



O Diretor

investimento privado

26.12.12

 

 

 

 

 

Muito se tem escrito no sentido da insuficiente privatização do ensino não superior. Se considerarmos que as cooperativas de ensino integram a gestão privada, os nossos números ficam acima da maioria dos países e para surpresa de alguns. Mas não é disso que o post trata.

 

O gráfico que colei, do relatório da OCDE - Education at a Glance 2012 -, refere-se à percentagem da despesa pública e privada em 2009 (GDP é o PIB).

 

Não existe investimento privado nos três primeiros ciclos de escolaridade e há algum no tertiary (grosso modo, secundário, ou pós-secundário, profissionalizante).

 

Ao contrário da maioria dos países, o nosso "privado" alimenta-se do orçamento de Estado e parece preferir a designação para ter melhor acolhimento numa sociedade civil fraca.