Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

ondas de choque

08.12.12

 

 

 

 

 

A onda de contestação a propósito da célebre reportagem da TVI, "dinheiros públicos, vícios privados", vai aumentando também na comunicação social. A jornalista São José Almeida intitula o seu texto semanal no Público com um "O ensino como negócio" e a certa altura escreve: "(...)Nesse caso pondo o Estado ao serviço desta lógica e desses interesses privados e do seu lucro.(...)"


O texto tem uma imprecisão quando diz que"(...)É isso que leva à concessão da manutenção dos edifícios das escolas públicas(...)". Esta imprecisão pode ser premonitória se pensarmos na possibilidade da privatização, tipo oferta, da parque-escolar-sa.


A crónica termina assim:

 

 

 

dados e mais dados

08.12.12

 

 

 

 

Já são poucos os que não apontam a banca mais gananciosa como o epicentro da tragédia em curso. Joseph Stiglitz, prémio nobel, foi mesmo incisivo com o modelo de corrupção norte-americano e classificou o tempo actual como o da maior transferência de recursos financeiros das classes média e baixa para a alta.

 

Em países como Portugal, onde a pequena corrupção é apreciada como sinónimo de esperteza e facilita o despudor que já atingiu há muito o sistema escolar com condenação judicial incontestada no ensino superior - no não superior aguardam-se os resultados dos processos em curso -, não admira a notícia que o Público impresso trouxe para a primeira página de hoje.