Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

a verdade oculta

22.10.12

 

 

 

 



O BdP (Banco de Portugal) publicou hoje uma nota de informação estatística a propósito das dívidas totais dos nossos sectores público e privado (não inclui a banca) que atinge os 432,1% do PIB (Produto Interno Bruto).

 

O total da dívida pública chega aos 148,2% do PIB, sendo 137% das administrações públicas e o restante das empresas públicas que não estão "integradas" no Estado.

 

Ou seja, a dívida do sector privado atinge os 283,9% do PIB e excluem-se, repito, as dívidas da banca que nem sei o que têm a dizer dos astronómicos juros da dívida que andamos a financiar.

 

Podemos concluir que existe alguma mistificação das dívidas do Estado que encobre esta verdade oculta.

siadap em queda livre

22.10.12

 

 

 

O espírito SIADAP (Sistema Integrado de Avaliação do Desempenho na Administração Pública) está, inevitavelmente, em queda livre. Os sistemas como o SIADAP, mesmo que usem a linguagem sedutora e bem-pensante dos totalitarismos, esbarram na natureza humana e na necessidade de se colocar em lugar cimeiro os direitos humanos; pode é levar algum tempo e ceifar (estou a pesar bem) vidas.

 

O inferno da medição em que vivemos é um terreno fértil para os descomplexados competitivos que advogam o avanço das organizações assente em duas premissas (que nunca se aplicam aos próprios): exclusão dos inaptos e meritocracia.

 

É, portanto, natural que a aberração dos salários dos fiscais da EMEl dependerem da quantidade de multas seja considerada perversa e tenha chegado ao fim da linha. É que há modelos em que o faz de conta não funciona.