Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

existe

30.07.12

 

 

 

 

"Existe no homem moral abandonado a si próprio um ponto em torno do qual todas as paixões, todas as forças que o dominam se equilibram. Este ponto é análogo àquilo que designamos nos corpos por "centro de gravidade": eu chamo-lhe centro moral."


L.-A. Quételet (1796-1874).

De l´homme.

da reunião de bloggers

30.07.12

 

 

 

 

Aceitei, com muito gosto, o convite para participar numa reunião de bloggers. A intenção foi conhecer, sem ser no modo virtual, pessoas que trocam informação e que se dedicam às questões da Educação. Como já referi anteriormente, foi uma reunião interessante.

 

Nos últimos dias, os participantes fizeram um conjunto de posts com temporização concertada e configurados para o registo blogosférico. Apesar do cansaço próprio do final do ano lectivo, e da forma distendida como o encontro decorreu, construiu-se um primeiro conjunto de acções que subscrevo.

 

      1. Manter a actividade de divulgação, análise e crítica da actualidade educativa de forma independente e de acordo com a identidade específica de cada blogue.
      2. Exercer a pressão possível sobre os actores institucionais para que seja pública, e em tempo útil, toda a informação relevante para que todos os interessados no sector da Educação possam formar a sua opinião.
      3. Realizar um encontro alargado e aberto a todo o público de bloggers, no próximo mês de Setembro, sobre A Blogosfera e a Discussão das Políticas Educativas em Portugal.
      4. Promover a realização de encontros descentralizados, temáticos, ao longo do ano lectivo, conforme o interesse manifestado por grupos de colegas ou escolas.
      5. Aguardar pela situação no final do mês de Agosto para divulgar medidas de outro tipo, enquadráveis numa lógica de oposição e resistência às políticas educativas em decurso.

do absurdo

30.07.12

 

 

 

Os cortes curriculares, e as outras decisões do género, achados pelos ministros da Educação e das finanças estão a provocar uma confusão no sistema escolar que sobreaquecerá a partir de Setembro. Para além da humilhação a que sujeitou milhares de professores dos quadros, o MEC deixou para Julho decisões que deveriam ter sido publicadas muitos meses antes e que desrespeitam a organização das escolas.

 

Crato muda regras para evitar vaga de professores desempregados 

 

"Ministério chamou directores para clarificar regras mas as escolas falam em “confusão total”.

 

Ordem para ocupar todos os professores com horário zero, abertura para garantir indemnizações aos contratados que fiquem por colocar e uma vinculação extraordinária de docentes. Sexta-feira foi o dia de todos os volte-face do Ministério da Educação e Ciência nas regras para preparação do próximo ano lectivo. As direcções regionais chamaram os directores das escolas para lhes comunicar a ordem para ocupar todos os professores de quadro que fiquem com horários zero. Reunião que não esclareceu os directores que falam de um cenário de "total confusão" a pouco mais de quatro semanas do arranque do ano lectivo.(...)"