Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

a primeira derrota do governo?

13.04.12

 

 

 

 

Já se percebeu que caíram as palas ultraliberais dos bons alunos que iam para além da troika. Contudo, e apesar dos estragos já estarem feitos, haverá que reconhecer que a austeridade imposta foi uma veneração a quem manda no mundo financeiro e nos mercados. Passos Coelho foi o bom gerente, embora o FMI já tenha dito que estão a ir longe demais e abriu a possibilidade dos cortes nos subsídios passarem da recuperação gradual para a intensa (estamos, há anos, entregues a gente risível; as intervenções das ex-ministras da Educação no parlamento, e as incursões dos diversos deputados, recordaram-me coisas que não me apetece escrever).

 

Nem a troika sabia dos cortes para além de 2013

a formação e a industria dos milhões

13.04.12

 

 

Tenho ideia que uma boa parte das "intenções de implosão" por iniciativa do actual ministro da Educação já foram engolidas pela traquitana do MEC e pelos seus satélites. A formação de professores, a inicial e a contínua, tem movido milhões e movimenta-se num terreno que se aproveita da falta de esclarecimento dos formandos e da ausência de escrúpulos por parte de muitas instituições.

 

A certificação em competências TIC, uma coisa um bocado risível que acompanhou o despesismo no plano tecnológico da Educação, vai entrar na 3ª vaga e parece nascer poluída. Será publicada uma portaria que alterará a configuração do programa. E mesmo antes dessa publicação, já há um sindicato a promover acções de formação, pagas pelos professores, acreditadas junto do CCPFC.

 

Será que o Sindicato Independente dos Professores tem informação privilegiada? Será que estas coisas têm alguma relação com o assina-ou-não-assina acordos com o Governo?

Pode saber mais aqui.