Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

razia

25.10.11

 

 

Já lá vão uns anos com o sistema escolar português envolto numa razia organizacional. Não há cabecinha que não sentencie uma elegia de supressões a par da evidência da geração com mais formação na história lusitana. Vá lá entender-se o paradoxo.

 

Os bloggers da denominada blogosfera dos professores instituem-se como profetas da desgraça. É uma tarefa pouco simpática avisar os concidadãos das desventuras vindouras. A exemplo de outros "catastrofistas", também se cansam do afinal-tinhas-razão. Já são tantas as razões que a dificuldade está na escolha. Os tempos que se aproximam podem exigir décadas de recuperação. O momento sobreaquecido obriga a um aviso: agora será ainda mais quente e as nêsperas serão decerto trituradas. A luta de classes veio para ficar e o cruzar de braços será descontinuado.

gestor de quê?

25.10.11

 

 

Apesar de tudo, ainda sobra espaço para o humor. A ideia dos desempregados terem um gestor de carreira é cómica e revela uma sobranceria que pode ter um qualquer significado. Recorda-me alguém que dizia que eliminar os subsídios de natal e de férias e distribuí-los pelos 12 meses era um forma de ajudar os indisciplinados portugueses a não se inebriarem duas vezes por ano. Enfim. Há gente que se sente como encarregado de educação do povo e isso não é nada bom. Está provado que os portugueses são semelhantes aos outros povos da europa e que até trabalham e produzem mais.

 

Governo cria a figura do "gestor de carreira" para ajudar os desempregados a voltar a trabalhar