Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

culpa

22.08.11

 

 

 

Degrada a condição profissional e pessoal dos professores, derruba governos e governantes, enfraquece sindicatos, incompatibiliza bloggers e movimentos de professores, alimenta a queda no supérfluo de muitos órgãos de comunicação social, provoca desânimo e conflitualidade na atmosfera organizacional das escolas e apenas satisfaz quatro dos atributos da nossa falência: a inveja, a ganância, a mesquinhez e a ignorância.

 

Há um princípio ancestral que parece governar a sociedade portuguesa e que é sempre contado em nome da avó: na passagem do neto como o único de passo trocado na marcha militar, a culpa era dos outros. Com a avaliatite dos professores o problema é semelhante e está há muito identificado: a má burocracia, monstruosa e kafkiana, começa por querer medir dimensões fora da sala de aula e o desmiolado SIADAP faz o resto. Enquanto não se cortarem as raízes ao processo que destruiu o poder democrático da escola, a dilaceração continuará obstinada e presunçosa e a culpa será dos do primeiro parágrafo.