Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

desafio e desafios

08.08.11

 

 

 

 

 

 

Desafiado pelo Elenáro, do desvarios de um louco, aqui ficam as dez respostas.

 

1 - Existe um livro que relerias várias vezes?
Vários. Nem sempre correu bem. O "Em busca do tempo perdido" de Marcel Proust e o "Ulisses" de James Joyce deixaram vontade de voltar. Com vários de poesia aconteceu o mesmo. O "Estrangeiro" de Albert Camus foi a desilusão que me veio agora à mente.
2 - Existe algum livro que começaste a ler, paraste, recomeçaste, tentaste e tentaste e nunca conseguiste ler até ao fim?
Sim. "Guerra e Paz" de Leon Tolstoi, por exemplo. Ainda há tempos regressei, mas a edição tem a letra muito pequena e ajudou-me a concluir que os óculos para ler requeriam manutenção.
3 - Se escolhesses um livro para ler no resto da tua vida, qual seria?
Escolhia, sem hesitar, o "Em busca do tempo perdido" de Marcel Proust. É soberbo. Sete volumosos volumes onde está quase tudo. Não se devia passar pela vida sem uma leitura daquela obra.
4 - Que livro gostarias de ter lido mas que, por algum motivo, nunca leste?
Vários do Jorge Luís Borges. Espero ainda ir a tempo.
5 - Que livro leste cuja «cena final» jamais conseguiste esquecer?
"O Animal Moribundo" de Philip Roth. Há também uma cena final de um capítulo do Ulisses de James Joyce que me fez correr lágrimas. Passa-se num banco corrido junto a uma praia. Um homem e uma mulher estão distantes e com outras pessoas pelo meio. Trocam olhares e um deles sente uma atracção irresistível. Quando o outro se levanta, o atraído percebe a falta de uma perna e perde de imediato o entusiasmo. A cena está brutalmente bem escrita e é longa. Dilacerante.
6 - Tinhas o hábito de ler quando eras criança? Se lias, qual o tipo de leitura?
Sim. Muita banda desenhada e as aventuras contadas pelo Emílio Salgari. Li todos os inesquecíveis cinco; os sete também, mas com menos entusiasmo. O "Papillon"de Henri Charrière foi o primeiro volumoso que me marcou. Tinha uns 12 anos.
7 - Qual o livro que achaste chato, mas ainda assim leste até ao fim? Porquê?
Aconteceu-me muito com livros técnicos. A exigência do estudo.
8 - Indica alguns dos teus livros preferidos.
Para além dos já referidos, saliento "As elegias de Duíno", do Rainer M. Rilke e "A vida e opiniões de Tristram Shandy" de Laurence Sterne.
9 - Que livros estás a ler?
Andei estes dias pelos diários de Miguel Torga e tenho ali alguns a olharem para mim. Ando a concluir uma dissertação e a fazer umas últimas leituras.
10 - Tenho ideia que esta pergunta pede que se nomeie outro blogue que queira fazer o mesmo. Vou lançar o desafio ao Paulo Guinote do A educação do meu umbigo.