Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

a irreversível marcha dos movimentos

19.09.09

 

 

Um duplo tríptico (de locais e de movimentos) de unidos resistentes, a quem aproveito para significar a minha homenagem, marcou hoje presença em Lisboa para manifestar o seu repúdio pelas políticas da Educação.

 

Umas pequenas coisitas de saúde impediram-me de estar presente. Foi a única grande manifestação de professores que falhei neste longo período de luta na defesa da escola pública de qualidade para todos. O Paulo Guinote, aqui, o Ramiro Marques, aqui, e a Helena Feliciano, aqui, fazem reportagens da generosa iniciativa.

 

Ao longo da noite, e com a autorização dos três, farei uns posts com algumas das imagens.

 

 

 

 

 

pole position na realpolitik

19.09.09

 

 

Foi daqui.

 

Manuel Alegre: vale um milhão de votos (e Sócrates sabe)

Alegre volta à "sua" Coimbra para apoiar o PS e o Serviço Nacional de Saúde "ameaçado" pela vitória do PSD

 

"O velório é o da maioria absoluta (este bold é meu, editor do blogue, e fi-lo com um sorriso). E a emergência está à vista: o empate técnico PS-PSD revelado pelas sondagens está a deixar o centro político à beira de um ataque de nervos. Manuel Alegre sempre disse que, mesmo não sendo candidato, participaria na campanha ou "daria um sinal" se a vitória do PS estivesse em risco. Aí está ele.(...)".

 

 

 

 

o 19 de setembro está em marcha

19.09.09

 

 

Professores de novo nas ruas contra "PS de Sócrates" 

 

"Hoje, a nove dias das eleições, os professores voltam à rua "contra o PS de Sócrates". A manifestação, que a partir das 15h se realiza em simultâneo junto ao Ministério da Educação, à Assembleia da República e ao Palácio de Belém, é promovida pelos designados movimentos independentes de professores, cujos representantes querem deixar claro o "repúdio pelas políticas educativas em curso" e "a disposição para continuarem a lutar" caso aquelas não sejam alteradas.(...)"

 

É uma acção organizada pelos movimentos de professores. Os sindicatos representantes dos professores nada disseram sobre esta acção.

mais carreiras estagnadas

19.09.09

 

 

Juiz Rui Teixeira tem carreira estagnada devido ao processo Casa Pia 

 

A carreira do juiz Rui Teixeira estará a ser prejudicada por ter sido o juiz de instrução do processo Casa Pia. Todos os magistrados judiciais são avaliados de 4 em 4 anos. Mas a última avaliação de Rui Teixeira foi feita em 2001. Desde então o magistrado voltou a ser inspeccionado com classificação de muito bom mas três conselheiros do Conselho Superior da Magistratura, nomeados pelo Partido Socialista, não concordam com a nota que lhe foi atribuída.