Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

inimigos públicos

26.08.09

 

 

(encontrei esta imagem aqui)

 

 

 

Aproveitámos uma curta passagem por casa durante as férias para ver o filme de Michael Mann. "Inimigos Públicos" tem um argumento interessante e obedeceu a um "casting certeiro" com destaque para Johnny Depp que pareceu talhado para o papel principal. A banda sonora é perfeita e no geral este filme recomenda-se.

 

A história assenta em factos históricos e remete-nos para algo que é também óbvio em Portugal: os gangsters conseguem, por vezes, uma surpreendente dose de popularidade desde que estejam atentos ao modo de garantir a sua popularidade mediática.

 

No site do público, aqui, pode ler-se:

 

"Durante os anos da Grande Depressão, existia em toda a população americana, uma revolta generalizada contra os bancos por serem a causa da crise resultante da quebra da Bolsa de Nova Iorque, em 1929. Apareceu então um grupo de gangsters, liderado por John Dillinger (Johnny Depp). Dillinger rapidamente conquistou a simpatia do público, tanto pelos seus assaltos a bancos como pelas épicas evasões da prisão, sendo considerado uma espécie de Robin dos Bosques da era moderna. 
Depois de várias tentativas do Governo americano para o deter, J. Edgar Hoover (Billy Crudup), chefe do departamento do FBI que mais tarde se viria a tornar uma das maiores organizações de investigação do mundo, atribui a Dillinger a designação de Inimigo Público Número Um, atribuindo a Melvin Purvis (Christian Bale) a árdua tarefa de o deter. A perseguição, com vários sucessos e fracassos, terminaria com a morte de Dillinger, em 1934. 
Michael Mann ("Heat - Cidade Sob Pressão", "Miami Vice", "Colateral") foi buscar inspiração ao livro do historiador e jornalista Bryan Burrough: "America's Greatest Crime Wave and the Birth of the FBI". 
Fica a curiosidade: Johnny Depp e restante elenco usam chapéus feitos com feltro da fábrica Fepsa, de São João da Madeira.

 

Pode ver um trailer do filme se clicar no vídeo que se segue.

 

regresso

26.08.09

 

(encontrei esta imagem aqui)

 

Estive quase um mês fora da rede. Digo quase porque fiz uma ou outra incursão inevitável e aproveitei para dar uma olhadela ao blogue. Deixei uma série de posts temporizados, muito deles reedições, de modo a que fosse publicado um por dia.

 

Foi uma experiência interessante. Regresso com o cérebro a fervilhar de posts que nem sei por onde começar. Os tempos que se adivinham prometem muita luta na causa da escola pública. O "correntes" manterá a actividade habitual e será fiel à linha editorial que perseguiu nos últimos quatro anos. Sem vacilar, uma vez que o que está em jogo remete-me para imperativos diversos: políticos, cívicos, democráticos e éticos.

 

O momento é sobreaquecido e muito importante. As águas separam-se e o tempo, como sempre, lá se encarregará dos naturais esclarecimentos.

 

Tentarei responder aos comentários que foram entrando.