Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

actualizações

11.05.09

 

 

 

(encontrei esta imagem aqui)

 

 

Modernização do parque escolar envolverá 200 escolas secundárias até ao final do ano

 

"(...)Os contratos hoje assinados dizem respeito a seis dessas 75 escolas, um total que se junta às quatro escolas já concluídas, às 26 em obra e às 100 que já iniciaram a fase de elaboração do projecto, para perfazer as cerca de duas centenas referidas pela ministra como estando em intervenção até ao final de 2009.(...)" 

 

 

A exemplo do programa de construção de centros escolares para a urgentíssima requalificação das escolas do primeiro ciclo - embora a pressa, e o "frete" que alguns autarcas fazem às coisas menores da Educação, faça com que alguns projectos sejam verdadeiras oportunidades perdidas - este programa é uma boa notícia e ao que julgo saber já está em andamento há uns tempos. Mas é como se sabe: os "spin doctor" têm de fazer o seu trabalho. Quando é que há eleições outra vez? Lá para 2013? Posso afirmar que as 4 escolas já concluídas e as 26 em obra vão ser somadas. A menos que muita coisa mude e que a política aprenda com os desastres recentes.

vínculos de docentes

11.05.09

 

 

(encontrei esta imagem aqui)

 

 

 

Tenho recebido diversos emails que referem a alteração da natureza do vínculo ao estado dos professores e educadores portugueses; e já faz algum tempo que isso acontece. 

 

Li a lei a primeira vez e fiquei com a ideia que não se aplicava aos professores e educadores. Mas era, e é, tal o "pânico" que se está a instalar que fiquei a pensar que deve existir, e muito naturalmente para os tempos que correm, onde abunda a "legislatite incontinente", mais qualquer coisa que desconheço. Não me convenci quando soube que havia algumas escolas que avançavam com o processo, porque as que conheço melhor, e que optaram pela celeridade administrativa, são as tais de boas práticas que até conseguiram avançar logo com a primeira versão do monstro da avaliação do desempenho: com mil descritores e tudo. E não fiz nenhum post sobre o assunto.

 

Mas o Paulo Guinote tem, aqui, uma entrada que merece toda a atenção dos interessados.

agora?

11.05.09

 

 

Governo aprova aquisição de serviços para o Sistema de Informação da Educação

 

 

"O Ministério da Educação pode, a partir de hoje, celebrar os três acordos-quadro indispensáveis para a construção do Sistema de Informação da Educação, que permitirá realizar a integração das tecnologias de informação e comunicação nos processos de ensino e de aprendizagem, e ainda na gestão e seguranças escolares.(...)"

 

 

Nesta altura do ano, e olhando para o calendário eleitoral, não se pode deixar de pensar que esta medida fundamental tem, também, propósitos de propaganda. Mas é necessário conhecer exactamente os detalhes para de poder formar opinião. Os exemplos deste ministério da Educação nesta área têm sido tão infelizes e recheados de tanta pressa, precipitação e manipulação mediática que uma pessoa fica logo desconfiada.´

solidão

11.05.09

 





«A solidão é finitude e limitação; a comunidade é liberdade e infinitude.

O homem para si é um homem (no sentido trivial);

o homem com o homem — a unidade do eu e do tu — é Deus.»
 
 

Ludwig Feuerbach

vento

11.05.09

 

 

Numa altura em que ouço falar de energia nuclear, tropeço com uma publicidade muito interessante. É da empresa Epuron AD que se dedica à energia produzida pelo vento; isso mesmo. E o mote é um solitário: bate a diversas portas e nada. Ninguém lhe liga. Até que encontra quem queira investir na sua ousada forma de dar mais vida à nossa eléctrica existência.

 

Ora clique.

 

 

 

cegueira mental

11.05.09

 

 

 

 

 

 

"Para Richard Borcherds, receber a visita de amigos é pura e simplesmente demasiado confuso. Enquanto as pessoas conversam, ele tem dificuldade em acompanhar o vaivém, o jogo de sorrisos e olhares, as subtilezas de insinuações e duplos sentidos, o mar de palavras... tudo a mover-se demasiado depressa.

É cego e surdo às jogadas e fintas do mundo social. Se, mais tarde, alguém se dá ao trabalho de lhe explicar o sentido de uma anedota ou por que razão um dos convidados saiu à pressa ou outro ficou subitamente corado de embaraço, consegue compreender. Mas, na altura em que acontece, toda aquela barafunda social lhe passa por cima da cabeça. Por isso, quando aparecem convidados, entretém-se as mais das vezes a ler um livro ou refugia-se no seu escritório.

E, no entanto, Borcherds é um génio, vencedor da Fields Medal, o equivalente em Matemática do Prémio Nobel. Os seus colegas matemáticos da Universidade de Cambrige têm por ele uma admiração sem reservas, e a maior parte mal consegue compreender os aspectos específicos das suas teorias, tão etéreas como a área de trabalho a que se dedica. A despeito das suas incapacidades sociais, Borcherds chegou ao êxito."

 

 

Daniel Goleman, Inteligência social, a nova ciência das relações humanas;

Círculo de Leitores; Lisboa 2006; tradução de Mário Dias Correia;

pág. 199

 

sobre o 30 de maio de 2009

11.05.09

 

 

 

(encontrei esta imagem aqui)

 

 

 

O blogue "o estado da educação e do resto" lança uma importante discussão à volta da manifestação de professores convocada para o dia 30 de Maio de 2009. Doa a quem doer, e dói a muitos com toda a certeza, é importante discutir o que por lá se escreve.

 

A propósito da manifestação do dia 30 de Maio, a propósito dos sindicatos que temos e do Governo que temos.

 

"Os sindicatos de professores que temos são maus. Do meu ponto de vista, são maus porque seguem uma política sindical vinculada aos interesses e às estratégias partidárias. São maus porque, verdadeiramente, nunca acreditam na capacidade e na força daqueles que representam. São maus porque alguns sindicalistas, já sedimentados em anos e anos de rotina sindical, cedem aos interesses da manutenção do statu quo que garante horários privilegiados ou mesmo isenção de horário, que lhes dá acesso a certos meios, contactos, deferências, mordomias e protagonismos que, de outro modo, não teriam.(...)"

 

Clique aqui para ler o texto todo. Vale a pena, pode crer.