Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

exemplos de teimosia

28.02.09

 

 

 

 

 

(encontrei esta imagem aqui)

 

 

Um amigo meu enviou-me por email um texto que deve ser lido com toda a atenção. O autor está identificado mas pediu-me o anonimato.

 

Ora leia.

 

 

Como a Inglaterra solucionou o "problema da violência nas Escolas".

O exemplo britânico. Os pais dos alunos com comportamentos violentos nas escolas britânicas vão passar a ser multados num valor que pode ir até aos 1450 euros. 'As intimidações verbais e físicas não podem continuar a ser toleradas nas nossas escolas, seja quais forem as motivações' sublinhou a Secretária de Estado para as Escolas. Disse também que "as crianças têm de distinguir o bem e o mal e saber que haverá consequências se ultrapassarem a fronteira". Acrescentou ainda que 'vão reforçar a autoridade dos professores, dando-lhes confiança e apoio para que tomem atitudes firmes face a todas formas de má conduta por parte dos alunos'.

 

A governante garantiu que 'as novas regras transmitem aos pais uma mensagem bem clara para que percebam que a escola não vai tolerar que eles não assumam as suas responsabilidades em caso de comportamento violento dos seus filhos. Estas medidas serão sustentadas em ordens judiciais para que assumam os seus deveres de pais e em cursos de educação para os pais, com multas que podem chegar às mil libras se não cumprirem as decisões dos tribunais'. O Livro Branco dá ainda aos professores um direito 'claro' de submeter os alunos à disciplina e de usar a força de modo razoável para a obter, se necessário.(...)

 

Ai estes ingleses; quem os viu e que os vê. E será que nós estamos teimosamente a trilhar o mesmo caminho?

do capital

28.02.09

 

(encontrei esta imagem aqui)

 

 

"Os donos do capital vão estimular a classe trabalhadora a comprar bens caros, casas e tecnologia, fazendo-os dever cada vez mais, até que se torne insuportável. O débito não pago levará os bancos à falência, que terão que ser nacionalizados pelo Estado". 

Karl Marx, in “Das Kapital”, 1867 

 

 

Faz tempo que recebi vários emails com a frase referida como se a dita tivesse sido escrita por Karl Marx. Desconfiei, tal a precisão da coisa. E não é que ao passear pelos blogues encontrei, aqui, uma confirmação da minha suspeita. Há muita falsa informação a circular pela net.  Vá ler o texto que linkei e encontrará um conteúdo muito informado sobre estas questões.