Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

dividir

11.02.09

 

 

 

Um dos secretários de estado do actual ministério da Educação, e em pleno naufrágio de mais um intitulado simplex da avaliação do desempenho dos professores, o simplex 2 (eu prefiro o reduzido 2, mas enfim), vem anunciar medidas no sentido de premiar de modo pecuniário os professores que se destaquem: quer por prémios de desempenho quer através da criação de novos escalões.

 

Não há nada a fazer. Estes dirigentes encharcaram-se, tipo overdose, em medicações excessivas nos combinados de cotas e de hierarquias meritocráticas e dali não saem: por muito que lhes entre pelos olhos dentro o completo falhanço desse tipo de modelo organizacional, parece não conhecerem mais mundo para além da suas receitas.

 

E tem de se compreender o desabafo do secretário-geral da Fenprof: "parece que estão a gozar com os professores". Ou isso, ou então, sabe-se lá, convencem-se da possibilidade de alastramento dos comportamentos de alguns professores mais escorregadios em termos éticos: fazem suas essas balizas.

 

Especializaram-se na táctica da divisão e ignoram a estratégia da cooperação, digamos assim. Nada que não se tivesse percebido há muito.