Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

intermitências na queda do monstro (4)

28.10.08

 

 

 

Os órgãos de comunicação social vão dando conta do que está para acontecer. Ora leia:

 

 

«Fenprof recusa desmarcar protesto», este é o título de uma notícia do Diário de Notícias, de hoje, dia 28 de Outubro de 2208. Aí, pode ler-se o que o secretário-geral daquela federação pensa: «Nós não vamos suspender uma acção para a qual já há centenas de pessoas mobilizadas.» Mais à frente, acrescenta: «Se houver duas manifestações há. Se houver dez, melhor. O que não pode é haver uma manifestação em que o discurso antiministerial é tão forte como o anti-sindical.»

 

 

Nem sei se estas declarações são ou não oportunas. Espero que não passem de um marcar de posição antes de um momento importante. Daqui a uns dias se saberá.

 

liderança (reedição)

28.10.08




Estou um bocado triste, mas isto passa. A marcação de duas manifestações de professores tem os contornos a que já aludi em entradas anteriores. Ainda tenho esperança nalguma espécie de consenso, mas isso não parece fácil: se se realizarem as duas, que seja.

 

Se, entretanto, o monstro não de esboroar, já se sabe: a luta seguirá "dentro de momentos".

 

Mas continuo à espera de algo mais sobre as lideranças neste processo: quer se queira quer não se queira, as lideranças existem: umas mais voluntárias do que outras. Em qualquer dos casos, devem assumir as suas responsabilidades. Afinal, tiveram oito meses para isso. A menos que tenham estado distraídas mas, e como isso seria uma coisa quase descomunal, não acredito.

 

Entretanto, encontrei um vídeo soberbo noutro blogue. Pode ajudar a tornar mais inteligível o meu raciocínio sobre aquilo que sempre se deve esperar de uma liderança.

 

 

Ora clique.

 

 (reedição. 1ª edição em 21 de Outubro de 2008).