Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

mahatma gandhi

28.07.08

 

Sinto um enorme fascínio pela figura de Mahatma Gandhi e por tudo aquilo que representa: coragem, despojamento, auto-sacrifício pela paz e pela justiça, grandiosidade, alma, renúncia firme à violência, eu sei lá, um conjunto de atributos que, estes sim, não estão ao alcance da maioria do comum dos mortais. É raro encontrarmos, na vida diária, quem nos ensine estes caminhos de tão elevada integridade.

Lembro-me com frequência deste homem. E, há dias, quando assistia a um debate sobre as causas que levam a que a República Indiana esteja de novo na moda, ouvi a seguinte asserção: em comparação com a China, a Índia é muito mais aberta, muito mais tolerante e não faz nenhuma distinção entre nacionais e estrangeiros. Talvez, quem sabe, as ideias de Gandhi vão, finalmente, conhecendo dias de sol radiante: uma sociedade aberta, próspera e que viva num clima de paz duradoura. A ver vamos.

Recordo algumas frases célebres do "Alma Grande":

"Que importa aos mortos, órfãos e sem abrigo que a louca destruição seja cometida em nome do totalitarismo ou pelo sagrado nome da liberdade e da democracia?"

"O homem não pode ser inverdadeiro e cruel e contar com deus do seu lado."

"Vive como se morresses amanhã. Aprende como se vivesses para sempre."

"Há muitas causas pelas quais estou pronto a morrer. Mas nenhuma pela qual esteja pronto a matar."


É um exercício muito interessante conhecer, em pormenor, a História da vida deste Homem.