Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

frida kahlo

27.11.07
frida.jpg

Descobri Frida Kahlo quando comecei a ceder ao cinema via “"dvd"”. Fomos requisitar um filme ao clube aqui do bairro. Depois de muita pesquisa frustrada, arriscámos a escolha numa película que parecia pouco credível: Frida. Não é uma obra-prima, nem nada que se pareça, mas abriu-me a possibilidade de conhecer esta interessante pintora mexicana, nascida em 1907 - embora para ela fosse 1910, por achar-se filha da revolução -, que muitos consideram “a pintora do século XX”.

Entre tantos aspectos curiosos da sua vida, lembro-me que foi companheira de Diego Rivera e que deu abrigo ao exilado Leon Trotsky. Foi uma grande activista de esquerda e dos direitos cívicos. A sua vida foi muito sofrida, tanto no plano físico como no plano emocional. Teve poliomielite em criança e ficou com sérios problemas de locomoção. Quando recuperou, com uma enorme força de vontade, foi atropelada gravemente com pormenores arrepiantes. Enfim... muito pouco afortunada, esta Frida. A sua obra que mais me impressiona, chama-se “coluna partida” e foi a que escolhi para a imagem que acompanha este texto.


(reedição - 1ª edição: 18 de Agosto de 2006)