Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

ainda o eusébio e a memória das pessoas

07.01.14

 

 

 

 

Passei horas a jogar futebol e vejo alguns jogos pela televisão. Nasci em Moçambique e não fiquei indiferente ao eterno Eusébio.

 

Apeteceu-me fazer um post no dia do seu falecimento e contar uma história. Como se imagina, a sua lenda em Moçambique constituiu imensas narrativas. Até tinha algumas pessoas da família ligadas ao futebol como jogadores ou treinadores, mas decidi-me por uma história que vivi no dia inesquecível em que Portugal venceu a Coreia do Norte no mundial de 1966. Era pequeno e estava no cinema. Tenho a certeza disso e lembro-me, como contei, dos detalhes. Portanto, o jogo só se pode ter realizado num fim-de-semana ou num feriado e no período da tarde.

 

Ontem, ouvi um ex-primeiro-ministro a contar a sua história no dia do mesmo jogo. Vivia por aqui, no continente, e estava na escola. Fiquei perplexo com a memória do indivíduo. Não podia ser. Fim-de-semana ou feriado não seria dia de aulas e surpreenderam-me os pormenores. Afinal a minha perplexidade era fundamentada como se pode ver no vídeo e como as redes sociais não se cansam de registar. Enfim; a escola pública não merecia tanto fim-de-semana transformado em dia lectivo.

 

 

5 comentários

  • :)
  • Sem imagem de perfil

    2014

    08.01.14

    Palavras para quê... é um artista português!
  • Sem imagem de perfil

    Marco dos Santos

    08.01.14

    Olá Paulo,

    Lembrei-me e fiz uma pequena pesquisa, de acordo com o site da Fifa, que tem lá informação de todos os mundiais e respectivos jogos. O jogo Portugal vs Coreia Norte de 1966 foi no dia 23 de Julho em Liverpool. E indo a um calendário desse ano, o dia da semana corresponde a um sábado. :-)

    Espero que estejas bem. (Tb já vi o vídeo de promoção a Lisboa, a tua filhota está em grande).

    Tudo de bom, forte abraço.
  • :) 2014

    Olá Caro Marco.

    Obrigado.

    Retribuo. Um grande ano para os quatro. Forte abraço também.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.