Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

da ignomínia

22.11.13

 

 

 

 

 

Recebi por email, devidamente identificado, a indignação que vai ler a seguir sobre a prova de avaliação para os professores contratados. Foi só esperar pela coisa para concluirmos da abjecção. Isto só pode sair da mente de pessoas "mal resolvidas", digamos assim. 

 

Ora leia.

 

 

 

"Olá Paulo, 
Tudo bem? Já viste isto que saiu há pouco?
Para além das instruções como as que se seguem, vê bem, a partir da página 3, o tipo de perguntas de escolha múltipla que será feito aos nossos colegas (com peso de 80%): uma vergonha!!!


Item de construção (resposta extensa orientada)


Só são consideradas para classificação as respostas legíveis e cuja extensão seja superior a 150 e inferior a 450 palavras.

 

Na classificação deste item, só é considerada correta a grafia que segue o que se encontra previsto no Acordo Ortográfico de 1990, atualmente em vigor.

 

Os critérios de classificação estão organizados por níveis de desempenho, de acordo com os seguintes parâmetros:


–– respeito pela instrução relativa ao tema;

–– adequação da estrutura à tipologia requerida pela instrução (exposição introdutória, desenvolvimento argumentativo e conclusão);

–– clareza e coerência na apresentação das ideias e dos argumentos relevantes.

 

Os erros de ortografia, de morfologia, de sintaxe e de pontuação estão sujeitos a desvalorização.


São considerados erros ortográficos os erros de acentuação e de translineação, assim como o uso indevido de letra minúscula ou de letra maiúscula inicial. Todas as ocorrências de um mesmo erro estão sujeitas a desvalorização.


Os desvios aos limites previstos para a extensão do texto estão igualmente sujeitos a desvalorização.


São classificadas com zero pontos as respostas que não atinjam o nível de desempenho mais baixo ou quando se verifique uma das seguintes condições:


–– afastamento integral do tema;

–– mais de seis erros de sintaxe;

–– mais de dez erros inequívocos de pontuação;

–– mais de dez erros de ortografia ou de morfologia.

 

 

Não resisto a transcrever já uma dessas perguntinhas:
 

 

8. Indique a opção que contém uma frase sem incorreções.

 

(A) A calma imperturbável do guarda, contrastava com a agitação dos dois homens que discutiam ruidosamente no meio da rua, criando uma algazarra que atraía os moradores à janela.

 

(B) A calma imperturbável do guarda contrastava com a agitação dos dois homens, que discutiam ruídosamente no meio da rua, criando uma algazarra que atraía os moradores à janela.

 

(C) A calma imperturbável do guarda contrastava com a agitação dos dois homens que discutiam ruidosamente no meio da rua, criando uma algazarra que atraía os moradores à janela.

 

(D) A calma imperturbável do guarda contrastava com a agitação dos dois homens, que discutia ruidosamente no meio da rua, criando uma algazarra que atraia os moradores à janela.

 

 

 

Como é que é possível tanta desconsideração??? 

 

 

Como se atrevem a testar a qualidade de um professor licenciado, profissionalizado, às vezes mestre e até com vários anos de serviço com perguntas onde os mesmos devem procurar uma vírgula incorrecta entre o sujeito e o predicado de uma frase, por exemplo??? 

 

 

Que competência tem esta gente para submeter os nossos colegas a este vexame, quando até num documento de meia dúzia de páginas com perguntas imbecis, há erros de ortografia dos que hã de ser descontados aos professores? 

 

Só mais um exemplo dos "melhores":
 

 

A sequência abaixo é constituída por letras do alfabeto português.

 

A A B A C C D C E E ...

 

10. Mantendo o mesmo padrão de formação da sequência, qual das opções contém as quatro letras que permitem continuá-la?

 

(A) F E G G         (B) F E H H         (C) F F G F       (D) F F G H

 

Custa a acreditar!!!
  
Um abraço,

Ana"



25 comentários

Comentar post