Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

ainda surpreendidos?

13.06.13

   

 

 

Há ainda quem esteja surpreendido com a epifania de Nuno Crato em relação ao aumento de número de alunos por turma. Nos últimos tempos, quer na defesa das ideias do norte-americano Hanushek quer na entrevista à revista Veja, o ministro Crato parece que surpreendeu uns quantos por querer ainda mais alunos em cada turma. O relatório divulgado hoje pelo FMI para o fecho da 7ª avaliação é claro: o Governo comprometeu-se a aumentar ainda mais os alunos em cada turma e esclarece a origem da tal epifania do ministro. Se a decisão é sua, influenciada por si ou imposta já é pouco relevante.

 

 

3 comentários

  • Pedro: Nuno Crato tem defendido 30 alunos por turma e mais do que uma vez como refiro no post. O Governo vincou bem que os ministros colaboravam activamente como os autores do relatório. O relatório é claro no compromisso do Governo com o aumento do número de alunos por turma e nada disso tem relação com o aumento já verificado no verão de 2012.

    Ou o Pedro quer convencer-me que Nuno Crato não disse isso?
  • Sem imagem de perfil

    Pedro

    13.06.13

    Paulo, não quero que pense que sou desconfiado, mas nunca ouvi Nuno Crato defender que a média de alunos por turma em Portugal deveria ser de 30, quando a média da OCDE está nos 21,3... Atenção que falamos de médias!!!
    Quanto à notícia o que é referido é a convergência de indicadores e não a sua superação...
    Sejamos factuais e concretos.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.